quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Tratamento de Água e Esgoto

Tratamento de Água: Conjunto de processos físicos e químicos destinados a transformar água bruta, ”in natura”, em água potável, adequando-a ao consumo humano e atendendo aos padrões legais de potabilidade.
ETAPAS DO TRATAMENTO DA ÁGUA
A água bruta sai da bacia de captação e segue para a Estação de Tratamento, onde vai passar por vários processos até se tornar água potável e ser distribuída para a população.
Floculação: faz as partículas finas de areia, argila e matéria orgânica presentes em suspensão na água se agreguem e formarem flocos.
Decantação: os flocos formados anteriormente sedimentam, por ação da força da gravidade, em tanques chamados decantadores. A água em tratamento, já clarificada, segue para a próxima etapa.
Filtração: consiste na remoção, através da passagem da água por filtros de areia, das partículas em suspensão que não ficaram retidas nos decantadores.
Desinfecção: eliminação dos microorganismos presentes na água em tratamento, através da adição de um agente desinfetante, normalmente cloro e derivados.
Fluoretação: adição de flúor à água, como medida de saúde pública, com o objetivo de prevenir a ocorrência de cárie dentária.
As últimas etapas do tratamento de água são a desinfecção e a fluoretação. A partir do momento a água vai ser armazenada em um reservatório de água tratada e a seguir será distribuída para a população.






Tratamento de Esgoto

Rede Coletora: é uma constrção feita para se coletar o esgoto que sai das casas.
Estação Elevatória: unidades providas de bombas hidráulicas e tanques que elevam e aumentam a pressão do liquido em um sistema de captação ou distribuição da água limpa ou residuária (efluentes e esgotos).
Gradeamento:  estão instaladas duas grades de barra para limpeza manual.
Tanques de Aeração: dissolve, no interior líquido, o oxigênio do ar atmosférico e mantem a massa sob aeração em constante agitação.
Decantadores:faz uma sedimentação primária nos processos de tratamento de efluentes. 
Adensador de Lodo:  é preenchido com o excesso de lodo descartado do processo de tratamento. Após o tempo de detenção adequado, ocorre a compactação dos sólidos suspensos, pela ação da gravidade, no fundo do equipamento, e consequentemente o aumento do teor de sólidos do lodo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário